Nesse trecho de sua Carta, revela o olhar do europeu na avalia...

Nesse trecho de sua Carta, revela o olhar do europeu na avaliação que faz dos índios. [...]
Andaram na praia, quando saímos, oito ou dez deles; e daí a pouco começaram a vir mais. E parece-me que
viriam, este dia, à praia, quatrocentos ou quatrocentos e cinquenta. Alguns deles traziam arcos e flechas, que todos
trocavam por carapuças ou por qualquer coisa que lhes davam. Comiam conosco de tudo que lhes oferecíamos.
Alguns deles bebiam vinho; Outros não o podiam suportar. Mas quer-me parecer que, se os acostumarem, o hão de
beber de boa vontade. Andavam todos tão bem dispostos, tão bem feitos e galantes com suas tinturas que muito
agradavam. [...] E estavam já mais mansos e seguros entre nós do que estávamos entre eles. [...]
Quando saímos do batel, disse-nos o Capitão que seria bem que fôssemos diretamente à cruz que estava
encostada a uma árvore, junto ao rio, a fim de ser colocada amanhã, sexta-feira, e que nos puséssemos todos de
joelhos e a beijássemos para que eles vissem o acatamento que lhe tínhamos. E assim fizemos. E a esses dez ou doze
que lá estavam, acenaram-lhes que fizessem o mesmo; e logo foram todos beijá-la.
Parece-me quente de tal inocência que, se nós entendêssemos a sua fala e eles a nossa, seriam logo cristãos,
visto que não têm nem entendem crença alguma, segundo as aparências. E, portanto, se os degredados que aqui hão
de ficar aprenderem bem a sua fala e os entenderem, não duvido que eles, segundo a santa tenção de Vossa Alteza,
se farão cristãos e hão de crer na nossa santa fé, à qual praza a Nosso Senhor que os traga, porque certamente esta
gente é boa e de bela simplicidade. E imprimir-se-á facilmente neles todo e qualquer cunho que lhes quiserem dar,
uma vez que Nosso Senhor lhes deu bons corpos e bons rostos, como a homens bons. E o fato de Ele nos haver até
aqui trazido, creio que não o foi sem causa. E portanto Vossa Alteza, que tanto deseja acrescentar à santa fé católica,
deve cuidar da salvação deles. E aprazerá a Deus que com pouco trabalho seja assim!
[...]

Castro, Silvio (Intr., atualiz. e notas). A carta de Pero Vaz de Caminha.
Porto Alegre: L&PM, 1996. p. 93-94. (Fragmento).

Interpretação do texto:
01 – Nesse trecho da carta, é possível perceber que o primeiro contato entre portugueses e índios foi bastante
amistoso. Que informações do primeiro parágrafo comprovam essa afirmação?

a) De que maneira o comportamento tranquilo e amistoso dos indígenas é interpretado pelos colonizadores?

02 – Além de encontrar ouro e metais preciosos, os portugueses tinham outro objetivo para a terra recém-
descoberta. Identifique-o e transcreva o trecho em que isso fica claro.

a) Como os índios são retratados por Caminha?

b) Por que, segundo ele, os índios “seriam logo cristãos”?

03 – Releia:
“E imprimir-se-á facilmente neles todo e qualquer cunho que lhes quiserem dar, uma vez que Nosso Senhor
lhes deu bons corpos e bons rostos, como a homens bons”.
a) O trecho destacado revela os princípios que nortearam a colonização portuguesa. Explique por quê.

b) Por que, segundo Caminha, a aparência dos índios revela sua índole boa?

04 – Que elementos do texto indicam a visão de um homem europeu que desconsidera a cultura indígena?

a) É possível explicar o processo de aculturação dos índios a partir dessa visão de mundo do colonizador?
Por quê?

1 Resposta

TonyWeber

1- O trecho que diz: "comiam conosco de tudo que oferecíamos, alguns deles bebiam vinho; outros nãopodiam  suportar".



a) Carminha retrata-os dizendo que eles "andavam todos tão bem-dispostos, tão benfeitos e galantes com suas tinturasque muito agradavam. Acarretavam dessa lenha, na maior quantidade que podiam,com muita boa vontade, e levavam-na aos bateis".

b) Descreve - os como seres inocentes, que seriam facilmenteconvertidos à fé católica, devido a simplicidade dos nativos.

c) Que não teriam dificuldades alguma em lidar com os índios,eles não seriam impedimento par ao s intentos de Portugal nas novas terras.

2- 
a)O trecho remete a facilidade de lidar com os índios, quepoderiam ser dominados conforme os interesses dos portugueses.

b) Eles tinham  objetivo de expandir a fé católica "E o fato de Ele nos haver atéaqui trazido, creio que não o foi sem causa".



3- a) No texto mostra que os portugueses não tinham noção alguma que osnativos desconheciam sua cultura e fé. Os portugueses logo julgaram os índiosbaseando-se nos seus próprios princípios de conhecimento.

b) É possível sim, pois, ao nativo foi durante o processo de colonizaçãoimpostos conceitos culturais dos portugueses e colonizadores não aceitavamoutro tipo que cultura a não ser a sua.

Sua resposta
Ok

Mais perguntas de Português





















Toda Materia
Toda Materia
Toda Materia

Você tem alguma dúvida?

Faça sua pergunta e receba a resposta de outros estudantes.