Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho, do sertão...

marinatagomori

Era uma vez um menino triste, magro e barrigudinho, do sertão de pernambuco. na soalheira danada do meio-dia, ele estava sentado na poeira do caminho, imaginando bobagem, quando passou um gordo vigário a cavalo: você aí, menino, para onde vai essa estrada? ela não vai não: nós é que vamos nela. çadinho duma figa! como você se chama? eu não me chamo não, os outros é que me chamam de zé. reescreva o texto transformando para o plural feminino

1 Resposta

Santosmanuele

Era uma vez uma menina tristonha , magra e barrigudinha, do sertão de Pernambuco.
Na soalheira danada do meio-dia, ela estava sentada na poeira do caminho, imaginando bobagem, quando passou uma gorda vigária montada em uma égua
___ Você aí, menina , para onde vai essa estrada?
___ Ela não vai não: nós é que vamos nela.
___Engraçadinha duma figa!
Como você se chama?
___ Eu não me chamo não, os outros é que me chamam de Jozefa​
Sua resposta
Ok

Mais perguntas de Português





















Toda Materia
Toda Materia
Toda Materia

Você tem alguma dúvida?

Faça sua pergunta e receba a resposta de outros estudantes.